menu close menu

Bem vinda ao Querida Mamãe

Editorial | We Love Daddy

Bom dia! Dia dos pais está chegando e tem editorial super fofo para inspirar você e sua família a eternizar momentos e deixar lindas memórias de família com ele, o nosso Querido Papai, o nosso Daddy!!

 

We Love Daddy, “Nós Amamos o Papai” é o nome que dei a este editorial em homenagem a ele, o nosso querido papai, papá, painho, pai, meu pai, papi, papú, daddy, papude (sim, aqui eles estão chamando o papai assim),  seja lá o apelido carinhoso que ele tem por aí! 

 

Confira os cliques! É para amar e se inspirar…

 



Fotografia: Carol Bassuma | Make-up: Deise Maia | Look Branco Mamãe, Daddy e Gêmeos: Polo Wear | Look Back Daddy: Polo Wear | Look Ramones:  Lojas Renner | Sun Glasses: Polaroid | Balões Metalizados: Le Biscuit | Quadro Negro: Querida mamãe | Bigodes: Querida Mamãe 

 

 

Gostaram? Ficou lindo gente… amei!! Você pode deixar seu ensaio do seu jeito, com a carinha do papai, colocando elementos que façam sentido para vocês e para o papai. Ele gosta de bola? Ele adora bike? Use a criatividade e se inspire aqui! 

 

E se você é mamãe de Salvador aproveita que o Studio Carol Bassuma está com pacote especial para o Mini Ensaio de Dia dos Pais! Dá uma olhadinha aqui no Instagram –> @carolbassumafotografia!

 

Beijos, 

 

Nine 

Deixe seu comentário

+Saúde | Dia de Odontopediatra

 

E hoje foi dia de olhar os dentinhos, boca, gengivas e lingua por aqui!! Fomos no @clubedosorriso para consulta de rotina com os gêmeos, com Dra. Aline Sowzer! Como eles receberam essa semana um super kit personalizado da Oral-B Stages, fizeram questão de levar as necesseries com a escovinha, creme dental e toalinhas para a Dra. Aline dar uma olhada! 

 

 

 

 

Cadu é sempre mais despachado e foi o primeiro a ser atendido, subiu sozinho na cadeira e lá foi ele. Já Gui, sempre mais desconfiado, viu o irmão fazendo, sorriu, mas não estava querendo sentar na cadeira… Tentamos, mas ele só quis ir no meu colo… então, sentei com ele. No início ainda meio apreensivo, mas depois foi se soltando! Graças a Deus não tivemos birras e nem escândalos… 

 

 

 

Como em toda consulta sempre esclarecemos algumas dúvidas e então separei algumas perguntas aqui eu tive e achei super importante esclarecer e compartilhar com vocês!

 

Creme Dental, com flúor ou sem flúor?

 

Sim, a indicação da sociedade brasileira de odontopediatria é o uso de creme dental com flúor. Aqui usamos Tandy, já usei a Bitufo e ganhamos essa da Oral B. É importante verificar o teor de flúor e o recomendado é acima de 1 mil partes por milhão (ppm) de flúor, pois os géis dentais sem ou com 500 a 750 ppp de flúor em suas formulações – que justamente poderiam evitar  a fluorese, não são muito eficientes contra as cáries. Mas é importante que as crianças saibam cuspir e que a quantidade seja adequada para cada idade! 

 

 

Fio dental: Quando Usar?

 

O uso do fio dental vai depender da avaliação do odontopediatra! Aqui apenas Gui tem indicação e apenas nos molares pois os dentinhos estão juntinhos. Já Ricardo não precisa, pois seus dentinhos  são muito separados!!

 

Esses aqui foi o tipo de fio dental indicado pela Dra. Aline pois facilita para nós mamães:

 

 

 

A boa notícia é que está tudo certinho com eles!! Nada de cáries!! 🤗🤗 E receberam nota 10 na escovação! 👏👏  Claro que sempre podemos melhorar e incentivar a escovação deles, Gui mesmo precisa melhorar os superiores lá atrás, e agora vamos ficar mais antetos nisso! 

 

 

Mão na Boca e Unhas roídas…

 

Uma coisinha que me chamou atenção e que Dra. Aline perguntou, foi sobre mão na boca e roer unhas… Porque Cadu vem há alguns dias roendo unhas… e isso não é legal. Conversamos com ele mas a vigilância precisa ser constante. Segundo Dra. Aline é comum e normal nessa idade e a hora de começar a intervir de forma positiva é agora! Mais alguém com roedores em casa?? 🤔🤔

 

 

Ah, e aqui vai uma super dica, o Disney Magic Timer, um Aplicativo da Oral-B que baixei e está fazendo o maior sucesso com os meninos, disponível para IOS e Adroid! É gratuito e super fácil de usar! Vc escolhe um personagem, scaneia a escova  do seu filho e enquanto a criança escova os dentes na tela do app vai formando uma figura! Aqui os meninos amaram! 

 

Confira o vídeo e veja como é banaca esse Aplicativo:

 

 

 

Agora é anotar as dicas e fazer bonito em casa!

 

 

Dra. Aline Sowzer atende no Clube do Sorriso – Odontologia para toda família.

Vila Laura, Salvador, Bahia.

☎41019270 📱991690214

 

Beijos, 

 

Nine

Deixe seu comentário

Como Transportar Bebês e Crianças em Autos

 

Ontem participei do programa Autos e Motos Tv juntamente com Maira Lobão e o Major Luide Souza, especialista em legislação de trânsito. O programa, apresentado pelo jornalista Roberto Nunes, tratou sobre as regras do transporte de bebês e crianças em veículos! O programa aconteceu no studio 3 da TV Aratu, em formato ao Vivo, transmitido através da Live da página do portal Aratu Online no Facebook.

 

Os gêmeos fizeram 4 anos neste mês de julho e estamos justamente na transição da cadeirinha para o assento de elevação e então foi excelente saber mais sobre o assunto e lembrando que no final do ano passada o Conselho Nacional de Trânsito( contran) altereou alguns dispositivos na legislação que estabelece as regras para o transporte de crianças!

 

É importante dizer que no caso dos veículos que possuem apenas de cinto abdominal no banco de trás (o ideal é o cinto de 3 pontos no banco de trás), o transporte de criança com idade inferior a dez anos poderá ser realizado no banco dianteiro do veículo com o uso do dispositivo de retenção adequado para a criança (bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação).

 

O tema foi bem discutido e foi super esclarecedor porque segurança e transportes de bebês é algo que nos preocupamos cotidianamente e é importante dizer que além da idade é importante observar peso e altura das nossas crianças!

 

Mas você sabe o que observar na hora de comprar equipamentos para transportar seu bebê no auto? E o que é indicado a cada idade e/ou a cada peso da criança? E em relação a transporte escolar, quais são as regras?

Confira o programa:

 

 

Com o apresentador Roberto Nunes e papai de um garoto de 10 anos! Batemos um papo super legal antes do programa e adorei conhecê-lo pessoalmente, no final somos todos pais preocupados com o bem estar e segurança das nossas crianças!

 

 

 

E uma selfie com Maira Lobão e o Major Luide Souza!

 

 

 

 

Beijos, 

 

Nine 

Deixe seu comentário

Dicas de Segurança | Cadeirinhas Infantis para Autos

 

Bom dia!!! Vamos falar de segurança no trânsito? O tema do Programa Autos e Motos de hoje será o Uso da Cadeirinha Infantil em automóveis! O pragama acontece  AO VIVO, às 16h na página Facebook da Tv Aratu Online, com a apresentação do jornalista Roberto Nunes. Fui convidada e participar e quero convidar você mamãe, papai, cuidador, vovô e vovó a tirar todas as suas dúvidas participando com a gente, pois essa plataforma de Live no Facebook permite que todos possam interagir, assistir e comentar enviando perguntas, sugestões e até mesmo dicas!

 

O programa vai receber, entre outros convidados, o Major Luide Souza, especialista em legislação de trânsito, para esclarecer as dúvidas e falar sobre os dispositivos para levar bebês e crianças nos veículos com toda a segurança e possíveis aspectos legais relacionados com a não utilização  desses acessórios por parte dos pais, responsáveis ou motoristas!

 

E aqui já vou deixar algumas dicas para quem quiser se informar melhor e poder tirar as dúvidas participando do programa!! O Instagram do Programa é o @autosemotostv!

 

Clique na imagem para acessar a página do Aratu Online no Facebook!

 

 

Dados Importantes

 

O acidente de trânsito é a principal causa de morte acidental de crianças e adolescentes com idades de um a 14 anos no Brasil. Em 2013, 1.755 crianças dessa faixa etária morreram vítimas de acidentes de trânsito e, em 2014, 14.150 foram hospitalizadas, segundo Ministério da Saúde.

Do total de mortes de crianças em acidentes de trânsito, 30% (536) ocorreram devido a atropelamentos e 30% (535) quando estava na condição de ocupante de veículo.

 

 

Características

 

As crianças são um dos grupos mais vulneráveis a acidentes no trânsito. Seus corpos são mais frágeis e ainda estão em desenvolvimento. Devido a sua pequena estatura, elas não enxergam por cima de carros estacionados e também ficam escondidas do campo de visão dos motoristas. Seu campo de visão é mais estreito que o dos adultos e, por isso, muitas vezes elas não veem um carro se aproximando. Não avaliam corretamente a distância, a velocidade e o tempo que um veículo está em relação a elas. São muito distraídas e ainda não sabem reconhecer o perigo.

 

De acordo com a legislação brasileira, até os 10 anos de idade as crianças devem ser transportadas no banco traseiro do veículo automotivo, usando cinto de segurança. E, até os sete anos e meio elas precisam usar um dispositivo de retenção veicular (bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação). Esses dispositivos, quando usados e instalados corretamente, reduzem em até 71% a chance de morte de uma criança em caso de acidente de trânsito.

 

Dicas de prevenção

 

No carro

Nunca saia de carro com crianças sem usar o bebê conforto, a cadeirinha ou o assento de elevação, nem mesmo para ir só até a esquina. Esteja sempre atento, pois muitas colisões acontecem próximas à área de destino e origem ou em ruas com baixo limite de velocidade;

 

Só use bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação que possuam o selo do Inmetro ou a certificação americana ou europeia;

 

Siga sempre o manual de instrução dos dispositivos de retenção veicular, certifique-se que eles são apropriados a idade da criança e que se adaptem adequadamente ao seu veículo;

 

O cinto de segurança é projetado para pessoas com no mínimo 1,45m de altura. Se a criança ainda não atingiu essa altura, ela precisa usar o assento de elevação para evitar que se machuque gravemente em caso de acidente;

 

O airbag do passageiro pode machucar seriamente uma criança quando essa estiver sentada no banco da frente. Por isso, se for transportar uma criança em camionete, desative esse dispositivo;

 

Dê o exemplo. Exerça o comportamento seguro como pedestre e ensine para as crianças: atravesse as ruas olhando para ambos os lados, respeite os sinais de trânsito e faixas para pedestres e, antes de atravessar na frente dos veículos, faça contato visual com os motoristas para ter certeza de que eles te viram;

 

Tenha certeza de que as crianças fazem sempre o mesmo trajeto para destinos comuns, como de casa para a escola. Acompanhe-as algumas vezes para identificar o caminho mais seguro e ensine-as a completá-lo de forma prudente e cuidadosa. Escolha o trajeto mais reto, com poucas ruas para atravessar;

 

Usar uma lanterna ou materiais reflexivos nas roupas da criança pode evitar atropelamentos durante a noite;

 

Ensine a criança a olhar para os dois lados várias vezes antes de atravessar a rua, a atravessa-la só quando estiver livre e continuar olhando para os dois lados enquanto caminha;

 

Explique para os pequenos que eles devem usar a faixa de pedestres sempre que possível. Mesmo na faixa, devem olhar várias vezes para os dois lados e atravessar em linha reta. Quando não houver faixa de pedestre, devem procurar outros locais seguros para atravessar, seja na esquina, em passarelas ou próximo a lombadas eletrônicas;

 

Explique o que significam os sinais de trânsito para meninos e meninas e diga que eles devem respeitá-los;

 

Fale para as crianças que elas não devem atravessar a rua por trás de carros, ônibus, árvores e postes. Ensine-as a fazer contato visual com os motoristas antes de atravessar a rua para ter certeza de que foi vista;

 

Explique a meninos e meninas que eles nunca devem correr para a rua sem antes parar e olhar se vem carro – seja para pegar uma bola, o cachorro ou por qualquer outra razão. Correr precipitadamente para a rua é a causa da maioria dos atropelamentos fatais com crianças;

 

Em estradas ou vias sem calçadas, diga às crianças para caminharem de frente para o tráfego (no sentido contrário aos veículos). Assim, elas podem ver e ser vista mais facilmente;

 

Peça para os pequenos terem atenção especial com carro que estão virando em uma rua ou dando ré;
Ensine meninos e meninas a caminharem em fila única sempre que estiverem com mais crianças;

 

Ao desembarcar do ônibus, diga para as crianças esperarem que o veículo pare totalmente para descer e aguardem que ele se afaste para atravessar a rua.

 

No transporte escolar

Antes de contratar um prestador de serviço, verifique as condições do veículo e a documentação pessoal do motorista; Busque referências sobre o prestador de serviço na escola, com outros pais, no sindicato dos motoristas ou no Detran (Departamento Estadual de Trânsito); Exija que o embarque e desembarque das crianças sejam feitos com um monitor que as acompanha dentro da van e sempre pelo lado da calçada; Tenha certeza de que as crianças são deixadas em frente à escola, sem necessidade de atravessar ruas; Verifique as condições de higiene do carro e o número de cintos de segurança. Toda criança transportada deve usar, individualmente, o cinto de segurança ou a cadeirinha apropriada para seu peso; Ensine a criança a ficar sentada enquanto o veículo estiver em movimento; sempre afivelar o cinto de segurança; não falar com o motorista enquanto ele estiver dirigindo; respeitar o monitor do veículo; descer do veículo somente depois que ele parar totalmente;
Sempre converse com a criança sobre o que acontece durante a viagem para avaliar se todas as medidas de segurança estão sendo realizadas.

 

Quais os pré-requisitos para ser um condutor de transporte escolar?

O condutor, seja de embarcação ou automóvel, deve ter:

– Idade superior a 21 anos;
– Habilitação para dirigir veículos na categoria “D”. Se pilotar embarcações, deve ser habilitado na Capitania dos Portos;
– Aprovação especial para transporte de alunos em exame psicotécnico;
– Curso de Formação de Condutor de Transporte Escolar;
– Possuir matrícula específica no Detran ou Capitania dos Portos;
– Não ter cometido falta grave ou gravíssima nos últimos doze meses.

 

 Quais os pré-requisitos que o veículo usado para transporte escolar deve ter?

– Ser dos seguintes modelos: ônibus, vans e VW Kombi;

– Cintos de segurança em boas condições e para todos os passageiros;

– Grade separando os alunos da parte onde fica o motor, no caso da VW Kombi;

– Seguro contra acidentes;

– Para que o transporte de alunos seja mais seguro, o ideal é que os veículos da frota tenham no máximo sete anos de uso;

– Registrador de velocidade (chamado tacógrafo), que é um aparelho instalado no painel do veículo e que vai registrando a velocidade e as paradas do veículo em um disco de papel. Os discos devem ser trocados e guardados por um período determinado, porque serão exibidos ao Detran por ocasião da vistoria especial;

– Apresentação diferenciada, com pintura de faixa horizontal na cor amarela nas laterais e na traseira, contendo a palavra ESCOLAR na cor preta;

 

IMPORTANTE: Todo veículo que transporta alunos deve ter uma autorização especial, expedida pela Divisão de Fiscalização de Veículos e Condutores do Detran ou pela Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran). A autorização deverá estar fixada na parte interna do veículo, em local visível. Além das vistorias normais no Detran, o veículo que transporta alunos precisa fazer vistorias especiais para verificação específica dos itens de segurança para transporte escolar;

Além das vistorias normais no Detran, o veículo que transporta alunos precisa fazer mais duas vistorias especiais (uma em janeiro e outra em julho), para verificação específica dos itens de segurança para transporte escolar.

 

Te esperamos lá!!

 

Beijos, 

 

Nine

Deixe seu comentário