menu close menu

Blog

+Saúde | Pé Plano: O que é?

Imagem: Reprodução Web

 

Olá queridas! Hoje vamos falar de uma paixão das mamães: os pezinhos de bebê! Como não amar esses pezinhos miudinhos, não é mesmo? Mas, você sabia que todos os bebês nascem com o pezinho plano? É verdade! O arco plantar, aquela curvinha que temos na face interna do pé ou cavinha do pé, como muitos chamam, vai se formando aos poucos a partir do momento em que os bebês começam a andar.

 

Imagem: Reprodução Web

Mas, se esse arco não formar, o que fazer?

 

Quando este arco não se forma corretamente, acontece o que chamamos de “pé plano”, ou também conhecido como “pé chato”, que é nome dado à ausência ou a alteração do arco longitudinal da planta do pé de maneira que quase toda a planta se mantém apoiada no solo.

 

 

Porque essa cavinha é tão importante?

 

O arco plantar é importante para sustentar o corpo ereto e funciona como amortecedor de impactos. O pé plano é normal em crianças pequenas, onde o arco plantar é preenchido por gordura e com o desenvolvimento da marcha (caminhar) essa gordura é absorvida, ocorrendo, a formação da curvinha no pé.

 

Imagem: Reprodução Web

 

 

Como saber se meu filho tem o pé plano?

 

Algumas crianças permanecem com falta do arco longitudinal após os três anos, o que merece uma atenção do especialista, que pode ser o pediatra ou ortopedista, que irá avaliar se o pé plano é flexível ou rígido e qual o grau de gravidade através de exame clínico e do uso de equipamento específco como o podoscópio. Após o diagnóstico, deve-se dar início ao tratamento.

 

 

Como é o Tratamento?

 

O tratamento pode ser conversador, na maioria dos casos, e compreende a fisioterapia e medidas terapêuticas como uso de órtese, palmilhas e calçados ortopédicos. É fundamental identificar e tratar precocemente as alterações do aparelho locomotor, com objetivo de evitar dor, complicações e sequelas.

 

Falar em cirurgia só nos casos de pés planos graves, principalmente quando provoca interferência no padrão de marcha, ou promova dor ou fadiga muscular devida ao esforço. Nestes casos, normalmente a cirurgia somente é indicada após os 10 anos de idade. Nos pés chatos associados à presença de barra óssea, lesões tendinosas ou ligamentares, a necessidade de intervenção cirúrgica é frequente.

 

DicaS para as mamães:

 

– Coloque o seu filho para andar descalço em superfícies irregulares, como exemplo: areia e grama, pois irá favorecer no aparecimento do arco plantar;

 

Imagem: Reprodução Web

–  Observe os calçados, quando pequeno o calçado deve ter sola macia e flexível e não ter solado que escorrega facilmente. Importante também que o sapato seja anatômico.

 

– E a maior dica é sempre que tiver um dúvida procure o pediatra ou especialista, não hesite em perguntar! 

 

Beijos e até o próximo Post!

 

 

Por Aline Lago e Tereza Galo para Blog Querida Mamãe

 

__________________________________________________

Aline Lago – graduanda em fisioterapia e Tereza Galo – Fisioterapeuta

Membros da Liga Acadêmica de Fisioterapia no Desenvolvimento Infantil – LAFIDI

 

 

 

Deixe seu comentário