menu close menu

Blog

Viajando com Gêmeos | Férias em Gramado -1º Dia


 

Bom dia! O Nosso primeiro dia oficialmente em Gramado foi bem tranquilo. Como chegamos ontem à noite bem cansados de um dia inteirinho de viagem resolvemos fazer programas mais tranquilos. 

 

Coisas de Menino: Antes de escrever propriamente sobre este dia, preciso comentar com vocês que a expectativa deles com essa viagem era bem grande! Tanto por ser longe, e por andarem de avião, uma das paixões deles, como por ser frio (eles queriam ver neve!! Lembrando, que moramos no nordeste pessoal aqui é quente o tempo todo!). Quando chegamos em Gramado a primeira pergunta de Cadu ainda no carro foi: “Cadê a neve, mamãe?” E como não nevava, ensaiou um choro no carro mesmo! Explicamos que poderíamos ver a neve no Snowland, mas que não seria naquele momento. Ah, e quanto à neve, todo ano os gramadenses nutrem essa expectativa, pois de fato já nevou por lá há alguns anos atrás!

 

Uma voltinha pelo Centro…

 

Gramado amanheceu com um friozinho, uns 10 graus. Mas nada que nos impedisse de andar um pouquinho pelo centro da cidade que particularmente acho lindo! Não acordamos tão cedo, então resolvemos dar uma olhada nas lojinhas e sentir o ambiente da cidade. Aproveitei para comprar luvinhas e gorros para os meninos. O dia está frio, mas não muito e o dia lindo, com um céu está bem azul. 

 

 

Igreja de Pedra

Construída em um período de oito anos, a capela que se tornaria a Igreja Matriz São Pedro foi erguida originalmente em madeira, no ano de 1917, e em pedras basálticas, vinte e seis anos mais tarde. Linda!

 

 

Lago Negro

 

Depois de andar pelo centro fomos almoçar e seguimos para o Lago Negro, parada obrigatória para quem vem a Gramado!! Para mim um dos lugares mais lindos, um cartão postal da cidade. Impossível chegar em Gramado e não se encantar com esta paisagem! O Lago Negro não é apenas um lago, mas um espaço lindo em que podemos caminhar, andar de pedalinho… Muito bom!

 

 

E foi bem aqui que Ricardo aprontou! Desobedeceu e saiu correndo pela grama que estava uma lama só e se melou todo! Ahhh gente, por mais que saibamos que crianças são assim isso me deixa aflita! Estava uma lameiro o sapato, graças a Deus não melou demais a calça, mas tive que ir no banheiro com ele para limpar (lavar mesmo), porque não tinha condições alguma entrar em outro lugar com os pés desse jeito… Eu confesso que fiquei muito chateada, ele chorou, mas depois ficou tudo resolvido e fomos passear… Nisso Gui e o papai já tinham andado de pedalinho e aproveitado bastante, enquanto eu limpava Cadu no banheiro…

 

Coelho Café Colonial

 

 

À noite fomos ao Coelho Café Colonial, porque quem vem a Gramado não pode deixar de experimentar e conhecer esses cafés super tradicionais e deliciosos! E o Coelho tem uma variedade maravilhosa, inclusive um diferencial, pois inclui vinho (tinto e branco) no cardápio, além de todas as delícias regionais! No Coelho, crianças até 5 anos não pagam!

 

 

+ Sobre Cafés Coloniais: Tradionais por aqui, os cafés coloniais se tornaram conhecidos devido à procura de viajantes e de turistas, que ao chegarem tarde da noite em regiões pouco movimentadas, onde não havia hotéis ou mesmo restaurantes, eram acolhidos pelos colonos. Assim, os moradores destas localidades prontificavam-se a atender os viajantes, com alojamento e refeições, colocando à mesa o que havia de melhor dentro dos costumes germânicos. O café colonial também tem sua origem na mesa de muitos agricultores que povoaram as mais diversas regiões agrícolas do mundo.

 

Acompanhe a série #viajandocomgêmeos também clicando AQUI!

 

Conheça o nosso Insta sobre viagens: @viajandocomgêmeos

 

Até o próximo post!

 

Beijos,

 

Nine

Deixe seu comentário